Make your own free website on Tripod.com

Fuga da Realidade!

“Acorde do mundo das ilusões, das fantasias sem sentido e sonhe... Mas tenha sonhos realizáveis, do contrário, terá frustrações!”
(Gênice Suavi)

"Quem vive no mundo dos sonhos, não poderá viver para as suas realidades"
(Suzana Vidigal)

Se você parar e analisar, irá notar quanto tempo perde em seus sonhos, por pensar em coisas que queria que fossem diferentes em sua vida.
Quantas vezes você cria situações em seus sonhos, para que possa sentir a falsa sensação de felicidade...
Os sonhos ilusórios tiram você da sua realidade. Fazendo com que você acredite numa fantasia que só pode trazer decepção!
Esses tipos de sonhos, fazem de você refém de suas próprias fantasias, pois são sonhos fora de sua realidade.

O que seria a fuga da realidade?
É viver no passado, preso em mágoas, em decepções, em medos infundados, em apegos de pessoas e bens materiais.
É remoer uma cena que durou alguns minutos, pela vida inteira.
É tentar reviver um amor que já passou, um momento que não mais voltará, é não se ‘assumir’, é estar constantemente ausente de si mesmo.
Ou:
Viver no futuro, imaginar cenas que no íntimo sabe que jamais acontecerão, ter homéricos pensamentos sobre a prosperidade e nada fazer por isso, tentar alcançar o sucesso sem esforço algum, sonhar em ser reconhecido pelo seu trabalho se você mesmo não reconhece, esperar o ‘homem ou a mulher ideal’... Fantasia também é viver com ansiedade, pois esta corta qualquer chance de progresso, atrapalhando a serenidade que se deve ter, impedindo assim a ação do Universo.

Problemas surgem, a solidão se aproxima, o vazio se instala.
Sentido para a vida?
Visualizações para algo melhorar?
Livros e mais livros de auto ajuda?
Sonhos e mais sonhos e nada fazer?
Acredite, sem disciplina, sem constância nada é possível.
Sem serenidade, sem confiança em si mesmo, nada acontece.
E principalmente, saber destas verdades, saber sobre a Lei da Atração, sobre as Leis Universais e continuar agindo no mundo da fantasia interior é ainda pior!

O que seria a realidade?
Devemos sonhar sim, mas a realidade deve estar dentro do sonho, pois assim, este sonho é transformado em meta, que resulta na conclusão do objetivo.
Obviamente o sonho é necessário, mas não pode ser constante, para não tornar-se ilusório, fantasioso, ele é um estímulo para que você possa ‘correr atrás’ de seus objetivos.
Mas os ‘sonhos’ que prendem, estes sim são problemáticos, lembrando que cada um é dono de seus sonhos, isso quer dizer que o que sonha, terá, ou seja... Frustração.
É preciso ter cuidado para não fantasiar a realidade, indo aos extremos com pensamentos, sensações e atitudes.

O que fazer?
Solte! Respire fundo, aprenda que tudo passa, que tudo se renova, que sonhos sim você deve ter, mas com cautela, e com muito carinho ir em busca da realização destes sonhos.
Observe: o sonho que você cultiva e se este nunca se realiza, geralmente está fora da sua realidade.
Por quê?
Porque já passou o momento, ou de fato é apenas fantasia de sua mente.
Impedindo assim que você volte para a sua realidade.
Está insatisfeito? Sente medo? Quer seu amor de volta? Quer um novo amor e não consegue? Busca melhorar-se profissionalmente mas não acha um caminho certo? Você se irrita com facilidade? Apoiou-se em outra pessoa quando sabe que tudo depende de você?
Esta é a sua realidade.
A realidade que você criou, se assim se sentir. Assuma, admita. Quando isto você fizer, quando você entender e sentir o que está fazendo com você mesmo, as fantasias irão embora e os sonhos dentro da realidade serão seus maiores companheiros, que junto com as Forças do Universo, e com a sua Força, irão modificar a sua vida.
Para isto, o caminho é estar em si mesmo e para si mesmo. Então depois, no decorrer da seqüencia do tempo, tudo se encaixa, tudo se transforma...

Suzana Vidigal
Gênice Suavi

“Quando sonhamos muito, acabamos criando expectativas erradas sobre algo, pois somos produtos do que acreditamos e sonhamos; então seremos produtos da desilusão do sonho.”
(Suzana Vidigal)

“Viver alienado de si mesmo é a mais cruel das fantasias”!
(Gênice Suavi)

 

Muito obrigada.
Um Beijo,
Gênice Suavi
.

Voltar